Pesquisas do ITP são apresentadas em mesa redonda durante a Semex

26/03/2019

“Você não sabe, mas é desenvolvido aqui! – cases do ITP”. Este foi o tema da mesa redonda ocorrida na noite do dia 22 de março, durante a Semana de Extensão da Universidade Tiradentes, que teve como protagonistas os pesquisadores do Instituto de Tecnologia e Pesquisa (ITP) Dra. Janaína Junkes (da filial Maceió), Dr. Cláudio Dariva, Dr. Renam Tavares e Dr. Ricardo Albuquerque. Eles falaram um pouco sobre o trabalho que realizam no Instituto e sobre como as pesquisas científicas que desenvolvem colaboram para o desenvolvimento da sociedade. A mesa redonda foi mediada pelo presidente do ITP, Dr. Diego Menezes.

A 13ª edição da Semana de Extensão (Semex) teve como tema central “Empreendedorismo, inovação e extensão universitária”, e foi escolhido a partir da necessidade de discutir sobre a extensão universitária colocando-a nas mesas de debates à luz do contexto atual, ultrapassando preconceitos e paradigmas, promovendo a integração entre a universidade e a sociedade. A Semex teve como objetivo apresentar os resultados das ações extensionistas desenvolvidas na comunidade sergipana, e reafirmar o compromisso da Unit com as questões sociais, científicas e artístico-culturais norteadas pelo Projeto Pedagógico Institucional.

Dra. Janaína Junkes

A Dra. Janaína Junkes, do Laboratório de Análises Ambientais (LanA), apresentou o resultado de dois projetos: “Avaliação da associação da cinza do bagaço da cana-de-açúcar e pó da concha de moluscos na fabricação de materiais cerâmicos”, aprovado no edital Universal do CNPq 01/2016; e “Concha de sururu como matéria-prima alternativa na fabricação de tijolos solo-cimento”, uma alternativa para a construção civil em virtude dos aspectos econômicos e sustentáveis, e também pela resistência à compressão deste modelo de tijolo ser similar às dos tijolos cerâmicos. Esse projeto rendeu à pesquisadora o Prêmio Inovação em Economia Circular 2019 promovido pelo Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Sustentável (IABS).

Dr. Ricardo Albuquerque

O Dr. Ricardo Albuquerque, do Laboratório de Morfologia e Patologia Experimental (LMPE) exibiu os resultados do projeto “Avaliação do potencial cicatrizante de biomembranas contendo extratos de Stryphnodendron adstringens (Mart.) Coville e Abarema cochiliacarpa (Gomes) Barneby & J.W. Grimes em feridas abertas”, que está sendo realizado sob a coordenação da também pesquisadora do ITP, a Dra. Juliana Cordeiro Cardoso, e em parceria com pesquisadores da Universidade Estadual de Maringá.

O Stryphnodendron adstringens é vulgarmente chamado de barbatimão, planta abundante em todo o território brasileiro, com indicações na literatura por possuir propriedades antinociceptiva (diminui a dor), anti-inflamatoria e antimicrobiana. Essas características foram comprovadas pelas análises feitas durante a pesquisa, e comprovadas na fase de testes in vivo e, principalmente na fase atual, a de estudos clínicos, quando as membranas de colágeno hidrolisado contendo extrato de barbatimão estão sendo aplicadas em pessoas com feridas crônicas, consequência do pé diabético. Os estudos clínicos com a membrana têm apresentado resultado cicatricial bastante animadores, melhores do que os obtidos nos tratamentos convencionais protocolados nas unidades básicas de saúde do município de Aracaju.

Dr. Renan Tavares

“O espaço, a tecnologia social e a extensao universitária” foi o tema norteador da apresentação do Dr. Renam Tavares, coordenador do Laboratório de Catálise, Energia e Materiais (LCEM). De maneira resumida ele falou sobre a vocação do laboratório e explicou que as tecnologias sociais são desenvolvidas por comunidades em conjunto com a academia para solucionar problemas da população que o mercado muitas vezes não percebe. Um dos projetos apresentados durante a mesa redonda foi o de construção de uma “Casa de farinha solar/biogás” utilizando concentrador solar de foco fixo e um forno adaptado para aquecimento com energia solar e biogás, para o processo de produção da farinha de mandioca, integrando conceitos de energias renováveis, meio ambiente e consumo consciente.

Dr. Cláudio Dariva

“O que é o Núcleo de Estudos em Sistemas Coloidais (Nuesc) e suas áreas de atuação” foi o tema abordado pelo Dr. Claudio Dariva. Ele fez um breve histórico do Núcleo; explanou sobre os tipos de projetos realizados; o perfil de quem atua no Núcleo, enfatizando os discentes da graduação e pós-graduação da Unit; falou sobre a realização de intercâmbios entre as instituições parceiras e frisou que o Nuesc é um centro de pesquisa para o desenvolvimento de sistemas e processos nas áreas de petróleo, gás e biocompostos. Os pesquisadores de pós-doutorado, Denisson Santos e Klebson Silva Santos foram os responsáveis por apresentar os respectivos assuntos: garantia de escoamento da produção na área do petróleo, onde é utilizado infravermelho para sanar algumas dificuldades apresentadas pela indústria petrolífera; e a extração e purificação de produtos naturais oriundos de biomassa para o combate ao câncer.



Veja Mais

Aracaju terá núcleo operacional de qualificação para exportação

Aracaju terá núcleo operacional de qualificação para exportação

11/10/2019 - Os empresários sergipanos que têm como objetivo exportar os produtos comercializados, mas, ainda não sabem como este des...

Empresas inclusivas apresentam melhores resultados, afirma CEO da GE em palestra em Aracaju

Empresas inclusivas apresentam melhores resultados, afirma CEO da GE em palestra em Aracaju

19/09/2019 - Por Andréa Moura “Diversidade é convidar para a festa. Inclusão é chamar para dançar”. Foi c...

Gerente de indústria alemã visita o ITP

Gerente de indústria alemã visita o ITP

06/09/2019 - O gerente de P&D da empresa alemã Carl Zeiss, o Dr. Edson Costa Santos, esteve no final da tarde da última quinta-feira, 6...

ITP e Sergipetec firmam acordo de cooperação para desenvolvimento da P&D,I

ITP e Sergipetec firmam acordo de cooperação para desenvolvimento da P&D,I

20/08/2019 - Apoiar a divulgação dos resultados dos estudos e pesquisas realizados no Instituto de Tecnologia e Pesquisa (ITP), e disponibi...