Projetos do ITP são aprovados no PPSUS

27/09/2018

Oito projetos de pesquisadores do Instituto de Tecnologia e Pesquisa (ITP) submetidos à seleção do Programa de Pesquisa para o Sistema Único de saúde (PPSUS) foram aprovados, e serão financiados pela Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe - Chamada MS/CNPq/FAPITEC/SE/SES – N. 06/2018. O PPSUS tem como objetivo geral apoiar, financeiramente, o desenvolvimento de pesquisas que visem contribuir para a resolução de problemas prioritários de saúde da população brasileira para o fortalecimento geral do SUS, atendendo às peculiaridades e especificidades de cada unidade federativa do país, contribuindo, desta forma, para a redução das desigualdades regionais. Em Sergipe serão financiados 31 projetos neste ciclo de 2018.

As propostas do ITP aprovadas se enquadram nos temas: Programas em Saúde; Vigilância em Saúde (epidemiologia) e Políticas em Saúde. Serão desenvolvidos seguinte sprojetos de pesquisa:

* “Violência sexual e gravidez precoce em crianças e adolescentes no estado de Sergipe: mapeamento dos casos entre 2016-2017 e políticas públicas de prevenção e proteção”, da Dra. Clara Cardoso machado Jaborandy:

* “Avaliação do efeito de membranas bioativas contendo extrato de Stryphnodendron adstringens sobre o processo de reparo cicatricial em pacientes diabéticos, da Dra. Juliana Cordeiro Cardoso;

* “Avaliação e acompanhamento pós tratamento da esquistossomose em crianças de zero a 16 anos da área rural do município de Riachuelo/SE, da Dra. Verônica de Lourdes Sierpe Jeraldo;

* “Violência sexual feminina em unidade de referência no estado de Sergipe”, da Dra. Sônia Oliveira Lima;

* "Qualidade da água como fator de saúde em comunidades quilombolas”, que será coordenado pela Dra. Maria Nogueira Marques;

* “Avaliação do perfil funcional quilombola através de software de classificação internacional de funcionalidade para aplicabilidade no Sistema Único de Saúde”, cujos estudos serão coordenados pela Dra. Edna Aragão Farias Cândido;

* “Produção e caracterização de membrana polimérica em bicamada com liberação rápida de anestésico e controlada de antibiótico nanoparticulado visando aplicação em mucosite oral”; da Dra. Patrícia Severino;

* “Avaliação pré-clínica do potencial terapêutico do extrato hidroetanólico da própolis vermelha de Sergipe e de seus marcadores químicos, contra efeitos adversos (reações extrapiramidais) produzidos por fármaco utilizado no tratamento da doença de Parkinson”; que será coordenado pela Dra. Margarete Zanardo Gomes.



Veja Mais

Laboratório do ITP é referência em análise de detecção da bactéria Escherichia coli em água para consumo humano

Laboratório do ITP é referência em análise de detecção da bactéria Escherichia coli em água para consumo humano

07/02/2019 - Entre os meses de maio e junho de 2011 o mundo ficou em alerta por causa do surto de infecção pela bactéria Escherichia...

Diretora do MIT-Brazil visita ITP e vislumbra parceria com pesquisadores dos EUA

Diretora do MIT-Brazil visita ITP e vislumbra parceria com pesquisadores dos EUA

04/02/2019 - Conhecer melhor o que cada laboratório do Instituto de Tecnologia e Pesquisa (ITP) realiza visando o desenvolvimento de projetos conj...

Aperfeiçoamento do medicamento que trata a esquistossomose é feito por pesquisadores do ITP

Aperfeiçoamento do medicamento que trata a esquistossomose é feito por pesquisadores do ITP

18/01/2019 - Em oito anos, de 2008 a 2016, o Ministério da Saúde (MS) registrou a morte de 4.473 pessoas no Brasil em decorrência da ...

Pesquisadores do ITP e da Universidad de Chile firmam parceria para estudar doença de Chagas e esquistossomose nos dois países

Pesquisadores do ITP e da Universidad de Chile firmam parceria para estudar doença de Chagas e esquistossomose nos dois países

10/01/2019 - Qual o comportamento da Doença de Chagas e da Esquistossomose no Brasil e no Chile, e o que têm de semelhante nos dois pa&iacut...